Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Nota referente ao funcionamento e atividades essenciais do Campus Salto, durante o estado de greve a partir de 08/04/2024

Publicado: Sexta, 05 de Abril de 2024, 20h18 | Última atualização em Sexta, 05 de Abril de 2024, 20h20 | Acessos: 1206

Conforme Nota Oficial de 03 de abril de 2024, informando que houve assembleia organizada pelo Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - Seção Sindical Salto (SINASEFE-SP), ocorrida na quarta-feira, 03 de abril, às 17h, a maioria dos presentes votou pela greve a partir da próxima segunda-feira, 08 de abril no campus Salto do IFSP (a exemplo do que vem ocorrendo em outros campi da instituição), onde optou-se também pela realização de nova Assembleia no dia 10 de abril.

Informa-se ainda que em uma reunião entre os Comando de Greve do IFSP Campus Salto (representantes do SINASEFE) e a Direção-Geral deste Campus, ficou acordado, conforme ata de registro, que são consideradas atividades essenciais e que serão mantidas nesse período: Folha de pagamento e lançamentos com impacto financeiro, contratação de substitutos, nomeações; Atividades de pagamentos em geral; Fiscalizações de contrato e licitações em andamento, execução financeira e orçamentária de emendas; Manutenção, recebimento, entrada e cadastro de materiais; Publicações relacionadas às atividades essenciais; Auxílios, pagamento das bolsas em andamento (Bolsa Ensino, Pesquisa e Extensão), estágios e questões relacionadas ao seguro dos estudantes; Infraestrutura de Internet, processamento de dados ligados a serviços essenciais, telecomunicações, atendimento a chamados para garantir serviços essenciais; Fiscalização de contratos; Distribuição do lanche e alimentação e suporte aos alunos; Plataforma governamental; Continuidade aos processos seletivos.

A Direção-Geral do Campus Salto respeita o direito constitucional de greve dos docentes e técnicos administrativos e reconhece a legitimidade de suas reivindicações, assim como o direito individual de cada um em decidir aderir ou não ao movimento. Sendo assim, cada coordenador, ou o próprio professor, irá informar às turmas quais as aulas que ocorrerão durante o período de greve.
Solicitamos a compreensão da comunidade acadêmica e externa, pois nesse momento de greve, algumas atividades poderão não ser desempenhadas normalmente, com possibilidade de não haver atendimento imediato às demandas.

Continuem atentos aos canais de comunicação do campus para acompanhar os novos comunicados que serão emitidos conforme o desenvolvimento do processo da greve.

registrado em:
Fim do conteúdo da página